Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal

Estudos para reforma da Prainha Norte vão começar

Área, localizada no Setor de Mansões do Lago Norte, terá ampliação de estrutura para melhor atender o público e atrair turistas de outras regiões

 

Foi publicada nesta quinta-feira (22) no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) a autorização para que duas empresas desenvolvam estudos de modelagem técnica para revitalização e gestão da Prainha Norte. A RNGD Consultoria de Negócios Ltda, e o consórcio 2M Participações, formado pelas empresas B&M Participações Ltda, Ibiza Construtora Ltda e TRB Construtora EIRELI-ME têm até o dia 19 de novembro de 2021 para entregar o projeto.

 

“Essa é uma parceria que vai trazer melhorias para a população sem que aja cobrança para quem frequentar o local. E, além disso, vai diminuir custos para o Distrito Federal”, esclareceu o secretário de Projetos Especiais, Roberto Andrade.

 

A proposta de Parceria Público-Privada (PPP) é que a vencedora da licitação explore a área comercial e, em troca, garanta investimentos e a preservação ambiental do local, que inclui a fauna e a água do lago. No local há quiosques com serviço de bar e restaurante, uma quadra de vôlei, campo de futebol, dois banheiros e pista de corrida e caminhada.

 

Melhorias

A Praia Norte é localizada no Setor de Mansões do Lago Norte e atende aos moradores do Lago Norte, Itapoã, Varjão e Paranoá, além de receber visitantes diariamente em busca de atividades esportivas. No entanto, a área possui diversas carências de condições de acessibilidade, conforto e segurança.

 

Um dos problemas enfrentados atualmente no local é a falta de estacionamentos. Os frequentadores usam o acostamento da via para estacionar os carros. Mas, na proposta, há uma área com cerca de 18 mil e 300 m2, localizada do lado oposto à Prainha, destinada para estacionamento público e construção de passarela para que haja segurança na travessia.

 

Na parte da Prainha, o projeto prevê o cercamento para controle do acesso, mas sem cobrança de ingresso. A medida dará mais segurança aos frequentadores e impedirá um dos grandes problemas que é a invasão do espaço pelos carros com som alto, churrascos e fogueiras à beira do lago.

 

O projeto vai contar com novas estruturas e revitalização das antigas, tais como:

  • Áreas para prática de atividades esportivas, restaurantes e lanchonetes;
  • Revitalização, melhorias e manutenção do paisagismo;
  • Iluminação, permitindo o uso de toda a área com segurança;
  • Churrasqueiras comunitárias, parquinhos, entre outros espaços para o lazer da população;
  • Construção de píeres para atracamento de embarcações particulares e públicas;
  • Estacionamento para veículos;
  • Passarela de pedestre ligando o estacionamento à Prainha.