Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
14/02/19 às 19h41 - Atualizado em 14/02/19 às 19h41

TCDF libera processo de concessão do Arenaplex

COMPARTILHAR

Projeto, que envolve parceria público-privada (PPP), é uma das prioridades da Secretaria de Projetos Especiais do DF

 

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) autorizou nesta quinta-feira (14) a continuidade do processo de concessão do complexo Arenaplex – formado pelo estádio Mané Garrincha, o ginásio Nilson Nelson, o centro aquático Claudio Coutinho e as áreas vazias localizadas no entorno. O processo está parado desde fevereiro de 2018 por decisão do tribunal, que tinha pedido mais detalhes sobre o contrato.

 

Na sessão, o plenário do TCDF aprovou, por unanimidade, o relatório do conselheiro Paulo Tadeu, que prevê a liberação do certame que concede à iniciativa privada o direito de administrar os espaços. Uma das ressalvas para a continuidade do processo é que o contrato seja revisto a cada cinco anos.

 

O Governo do Distrito Federal, por meio da Secretaria de Projetos Especiais (Sepe), tem trabalhado para dar continuidade ao projeto de parceria público-privada (PPP) referente ao Estádio Nacional Mané Garrincha. O estádio tem, atualmente, um custo de R$ 900 mil para o governo. A parceria, que já foi iniciada no ano passado, foi suspensa por liminar do Tribunal de Contas do DF.

 

O secretário titular da Sepe, Everardo Gueiros, disse que o governo esperava apenas o posicionamento do TCDF para dar prosseguimento ao processo, já que há acenos de empresas interessadas na PPP.

 

“A PPP é uma solução para ajudar a reduzir o alto custo que o governo tem com o estádio”, disse Gueiros. Segundo ele, “Brasília tem todas as condições de sediar grandes eventos com uso do Estádio Nacional. Temos um projeto arquitetônico belíssimo, com todas as condições de estrutura e segurança para isso”.