Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/03/21 às 15h31 - Atualizado em 23/03/21 às 15h31

Conselho Gestor de PPPs autoriza estudos para três novos projetos

COMPARTILHAR

Empresas interessadas devem aguardar publicação dos editais

 

Os processos começam SEPE e, depois de passar por todas as etapas de uma PPP, são encaminhados para as secretarias que fazem a licitação.

 

Implantação e gestão do Complexo Hospitalar da Região Centro-Sul, Concessão da Prainha Norte e Implantação do Polo Atacadista. Esses são os três projetos que o Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas (CGP) autorizou a abertura, na reunião de hoje, de Procedimentos de Manifestação de Interesse (PMIs).

 

Esses processos serão iniciados na Secretaria de Projetos Especiais (Sepe) e depois de passar por todas as etapas de uma PPP, serão encaminhados para as secretarias que farão a licitação.

 

Na prática, significa que esses três novos projetos começam a tramitar. A autorização é a primeira etapa do processo que inclui a manifestação de interesse pelas empresas, desenvolvimento de estudos de modelagem técnica, econômico-financeira e jurídica, consulta e audiências públicas e pôr fim a licitação.

 

“Os projetos que estão em andamento na nossa secretaria consolidam esse viés de Parcerias Público-Privadas, e a política do governador Ibaneis Rocha de aproximação com o empresariado. Se não fosse por essa confiança no GDF, não teríamos tantas empresas interessadas em investir aqui”, comemora o Secretário de Projetos Especiais, Roberto Andrade.

 

Os projetos

Implantação e gestão do Complexo Hospitalar da Região Centro-Sul. Será construído no Guará, e vai atender a população da cidade e de outras próximas. A expectativa é de que o complexo tenha laboratórios, reabilitação de pacientes, odontologia, além dos atendimentos comuns a um hospital.

 

Implantação do Polo Logístico, localizado no Recanto das Emas. Inicialmente denominado Polo Atacadista, fazia parte do Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo (PRO-DF II). Serão lotes destinados ao uso predominantemente industrial e de comércio atacadista. Toda a infraestrutura urbana e logística de transporte de carga deverá ser implantada pelo empreendedor e deverá ser compatível com os melhores parques tecnológicos industriais em operação no Brasil.

 

Concessão da Prainha Norte, localizada no Setor de Mansões do Lago Norte. A gestão ficará por conta do setor privado, que terá que promover um uso consciente no local, harmonizando o lazer e a preservação do meio ambiente.

 

“Essas são propostas importantíssimas para o desenvolvimento de nossa região e da nossa população. E se não fosse por meio de PPPs, ou seja, com dinheiro privado, não conseguiríamos tirar do papel. Este é um momento de escassez de recursos públicos em todo o país, e não podemos parar, temos que continuar.”, reconhece o secretário Roberto Andrade.